Uma tal felicidade.

Já faz algum tempo que a busca da felicidade deixou de ser algo alcançado por nossa livre e espontânea vontade. Já não é segredo, ou pelo menos creio que a grande maioria tenha pelo menos a desconfiança de que somos manipulados dia e noite. Felicidade mesmo é termos nossa vontade readquirida e reafirmada em todos os níveis de nossas vidas, mas viva a globalização, num mundo que consome e se consome em desejos e a cada dia esses desejos chegam mais rápido e fácil em nossas casas, que mal há em querer também essa felicidade tão espontânea criada para nos divertir e consumir o desejo verdadeiro? Quem sabe bem o que quer, é porque tem convicção que a TV e a sociedade estão lhe dizendo a verdade, será? Devem existir algumas ilhas fechadas na mente de alguns poucos, aonde a vontade verdadeira é apenas um delírio que fica retido para que não sejam crucificados, ou excomungados pela maioria da sociedade que se formou no ventre da mídia, da moda, da vontade alheia.

Sempre aonde se enxerga a diferença lá está a incompreensão, como se tivessem nascido juntas. Quer felicidade? Talvez a que está sendo criada hoje em dia não te satisfaça, ou você não possa comprar, mas lembre-se que em toda mente existe felicidade, delire meu caro, delire!

Anúncios

~ por clavedeclovis em 16 de janeiro de 2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: